quarta-feira, 13 de maio de 2020

CORONEL E CABO DA PMMA SÃO PRESOS ACUSADOS DE COMANDAREM MILÍCIA QUE AGIA NO INTERIOR DO ESTADO

O Tenente Coronel da Polícia Militar do Estado do Maranhão  Antônio José Ferreira,  (fardado) e o cabo Anderson Moureth Azevedo, foram presos na manhã desta  quarta-feira, (13) acusados de comandarem uma milícia que praticou vários assassinatos nas cidades de Viana, (MA) , Penalva e Matinha. O coronel foi preso em Viana e o cabo foi localizado e preso em São Luís, (MA). O coronel Ferreira foi comandante do Batalhão da cidade de Viana até 2015 e teria como seu braço direito o cabo Anderson. 

GRUPO DE EXTERMÍNIO
As investigações que resultaram na prisão dos dois militares foi iniciada pela delegada Nilmar da Gama Rocha e no primeiro momento prendeu vários integrantes da Guarda Municipal de Viana que seriam integrantes de um grupo de extermínio comandado pelo coronel Ferreira e coordenado pelo cabo Anderson.  O caso foi depois encaminhado para a Superintendência Estadual de Combate à Corrupção, (SECCOR ) que deu continuidade as investigações  e concluiu que o grupo agia como uma milícia em vários municípios da região da baixada. Com o andamento das investigações vários guardas municipais foram executados como queima de arquivo a medida que os trabalhos da Polícia Civil apontavam o coronel Ferreira e seu subordinado com comandantes do grupo de extermínio. Após a prisão em Viana o coronel está sendo transferido para São Luís onde deve ser interrogado a cerca de participação nos crimes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário