domingo, 8 de setembro de 2019

POLICIAL MILITAR É ATROPELADA NO TURU E SOLDADO É BALEADO NA PONTA DA ESPERA

A polícia está a procura do comerciante identificado como Rider Gragrande Gomes de Aguiar, 35 anos. Ele era quem dirigia o veículo Corolla de placas PMG-5258, que atropelou dentro do condomínio Vilage II na Avenida General Artur Carvalho no Turu a policial militar Wanda Cabral, lotada no 1° Batalhão da Polícia Militar do Estado do Maranhão.  O fato ocorreu na madrugada de sábado, (7)  e a vitima sofreu fratura na bacia e lesões no rosto além de escoriações em várias partes  do corpo. Ela continua internada e os médicos estão avaliando a situação para decidirem se  haverá a necessidade de que ela seja submetida a uma cirurgia. Wanda Cabral foi atropelada quando deixa a o seu apartamento com o objetivo de fazer uma viagem.  Assim que ele tentava embarcar em um veiculo de aplicativo surgiu o carro dirigido por Rider. Ele atingiu o veículo onde a vítima  estava embarcando e também  atingiu Wanda que foi lançada a alguns metros da zona de impacto. O motorista que provocou o acidente abandonou o carro e fugiu para dentro do condomínio.  Ele seria proprietário de uma loja na área da feira do Mangueirão no bairro da Divineia. A policial foi socorrida e ainda encontra-se internada e o acusado ainda está foragido.
POLICIAL BALEADO
Também nesta final de semana o soldado da Polícia Militar do Estado do Maranhão identificado como Matias foi atingado com um tiro durante um confronto com bandidos na estrada que dá acesso ao Porto da Ponta da Espera. O militar e lotado no 1° BPM e estava de serviço na viatura da área do Anjo da Guarda. Segundo informações a guarnição estava em ronda pelo local quando teria deparado com 4 homens que reagiram ao serem  abordados. Na troca de tiros o soldado Matias foi atingido e foi socorrido pelos colegas e levado para o hospital Socorrão I, onde permanece internado. Apesar das buscas feitas no local a polícia não conseguiu localizar os bandidos envolvidos no tiroteio. Este é o segundo policial baleado em São Luís,  (MA) em menos de uma semana. Na noite de quinta-feira,(5) o cabo da Polícia Militar lotado no 22° BPM Tarcísio Henrique Nascimento Santos, foi atingido com um tiro na cabeça durante um  assalto no bairro do Anil.  O militar estava trabalhando como motorista de aplicativo e foi assaltado por dois homens. A polícia conseguiu identificar os autores do crime. Um deles identificado como Jefferson Corrêa,  conhecido como "Menor Pirapora" teria reagido a prisão e acabou morrendo em confronto com a polícia.  O outro identificado como Elexassandro dos Santos Rodrigues,  foi preso no  bairro da Vila Lobão  e autuado em flagrante . O policial militar também permanece internado no hospital do servidor.
                                        


Nenhum comentário:

Postar um comentário