segunda-feira, 15 de julho de 2019

EM DEPOIMENTO À JUSTIÇA DELEGADO ACUSA EX-DEPUTADO DE ENVOLVIMENTO NA MORTE DE DECIO SÁ E DE CHEFIAR CONTRABANDO



Em depoimento prestado na 1º Vara Criminal da Capital o delegado Maymone Barros Lima, chefe do Departamento de Inteligência da Polícia Civil acusou o ex-deputado e ex-secretário de segurança Raimundo Cutrim de fazer parte de uma organização criminosa envolvida no assassinato do jornalista Decio Sá  e com o contrabando de cigarros e whiskies na área do Porto do Arraial, Zona Rural de São Luís.  O depoimento foi prestado em um dos processos que investiga o ex-delegado Thiago Mattos Bardal de fazer parte da mesma organização.   Maymone garante que o grupo é investigado desde o dia 28 de dezembro de 2017 quando um homem foi encontrado morto dentro de uma lancha na Baía do Arraial. O crime seria atribuído aos integrantes dessa organização criminosa.  O chefe da inteligência da Polícia Civil diz também que durante um certo tempo o delegado Bardal passou a utilizar um veiculo blindado em função da fuga de um dos integrantes da quadrilha que se sentiu traído pelo ex-delegado. Assista um trecho do depoimento prestado pelo delegado Maymone.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário