quarta-feira, 3 de abril de 2019

POLÍCIA CIVIL PRENDE OS ENVOLVIDOS NA MORTE DE ITALIANO

A Polícia Civil prendeu nesta quarta-feira, (3) os principais envolvidos na morte do italiano Carmelo Mário Calabrese, 65 anos. De acordo com as investigações feitas pela Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa, (SHPP),  o estrangeiro teria sido assassinado por  Artur Silva Rocha, conhecido como "Xita", Anderson Soares Paulino, o "Lourinho" , Milena Conceição Santana e Claudilene Silva Ferreira, conhecida como "Chinesinha". Também foram presos acusados de envolvimento indireto no crime Lucas Mateus Alves da Conceição,  o "Piupiu", Airton da Cruz Silva, o "Escaringa ", Manoel de Jesus Gomes da Silva e Lucas Sá Menezes Silva, conhecido como "Luquinha". Carmelo Calabrese foi morto no dia 7 de março deste ano no interior de um sítio de sua propriedade localizado no Laranjal no município de Paço do Lumiar,  (MA). O corpo dele foi encontrado dias depois no riacho Tibiri na área da Zona Rural.
LATROCÍNIO
De acordo com a polícia o criminosos roubaram vários objetos e dinheiro da casa da vítima após a prática do crime. Segundo as investigações os principais envolvidos fizeram uma reunião um dia antes do crime na Vila Esperança, Zona Rural de São Luís . Milena que costuma apresentar mulheres para ter encontros íntimos com Carmelo. Se encarregou de levar Claudilene Silva, para passar a noite na casa do italiano. Enquanto isso "Xita" e "Lourinho" se esconderam no quintal da casa. Em seguida as duas mulheres abriram a porta dos fundos permitindo a entrada dos criminosos. Calabrese foi surpreendido pelos dois homens quando estava no quanto se preparando para manter relações sexuais com Claudilene que é namorada de "Lourinho". O italiano foi morto a pautadas e a golpes de facão e em nu seguida o corpo dele foi enrolado em um lençol e retirado do local. Com as prisões efetuadas a polícia considera o crime como elucidado. 
                                   


                                       
                               
                                           


                                 

Nenhum comentário:

Postar um comentário