quinta-feira, 4 de abril de 2019

FORA DA LEI: DELEGADO E POLICIAIS ACUSADOS DE CORRUPÇÃO E EXTORSÃO

A Superintendência Estadual de Combate à Corrupção, (SECCOR), concluiu o inquérito que investiga uma série de crimes que vinham sendo cometidos por policiais civis lotados na Delegacia da cidade de Grajaú, (MA). As investigações constataram nove casos de corrupção passiva, peculato,  extorsão e corrupção de menores para execução de crimes.  As investigações resultaram na prisão em janeiro deste ano do escrivão da Polícia Civil Eldhon da Silva Costa, Ele teve a prisão preventiva decretada pela Justiça por prática de peculato, extorsão e organização criminosa.  Essa semana a Justiça decretou as prisões dos investigadores Carlos Sérgio Nunes Silva e Sandra Helena Alencar Pinheiro.  Os dois também são acusados dos mesmos crimes. O Ministério Público Estadual pediu o imediato afastamento das funções do delegado Kairo Cley Mesquita de Mesquita, que respondia pela delegacia daquela cidade.
OS CRIMES
Ficou comprovado os crimes de corrupção praticados pelos polícias que cobrariam propina para liberar pessoas que eram conduzidas para a delegacia.  Também ficou comprovado que um veículo que havia sido apreendido por irregularidades na documentação foi vendido pelos policiais e estaria em um outro Estado. Já o caso de extorsão seria praticado pelos contra uma funcionária da prefeitura que prestava serviço na delegacia. Ela era obrigada a entregar parte do seu salário para os integrantes do bando. Um adolescente era usado pelos acusados para ameaçar e pegar o cartão da vítima para sacar o dinheiro.  Após a conclusão do inquérito o Ministério Público está oferecendo denúncia contra todos os acusados. 
                                    
                                   

Nenhum comentário:

Postar um comentário