sexta-feira, 25 de janeiro de 2019

POLICIA ANÁLISA MATERIAL DE MACUMBA QUE TERIA SIDO USADO NA MORTE DE UNIVERSITÁRIA

Todo o material de macumba e magia negra encontrado na casa de Emerson Vieira Corrêa, está sendo analisado pelos peritos do Instituto de Criminalística na cidade de Imperatriz. Ele foi preso nesta quinta-feira,(24) e confessou ter assassinado com golpes de marreta a universitária Carine Silva Sousa, 24 anos. A polícia investiga se a jovem foi morta durante um ritual de magia negra. Na casa onde Emerson cometeu o crime foram aprendidas velas nas cores,  vermelha, amarela e azul. Alem disso os policiais encontraram vários vasilhames com líquido semelhante a sangue. Também foram encontradas várias bonecas com alfinete e espinhos enfiados na cabeça e no peito. Em uma avaliação preliminar os peritos constaram a presença de sangue humano nos matérias recolhidos na casa do acusado.

APLICATIVO DE RELACIONAMENTO
Carine conheceu Emerson através de um aplicativo de relacionamento.  Aproveitando que sua companheira estava viajando o acusado atraiu a vítima para sua casa e lá acabou praticando o crime.  O corpo de Carine foi encontrado despido no último domingo a margem da BR-010 naquela cidade. A polícia também aguarda a liberação dos laudos do IML, para comprovar se a estudante foi vítima de abuso sexual.
                             











Nenhum comentário:

Postar um comentário