quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

DECRETADA A PRISÃO PREVENTIVA DOS ENVOLVIDOS NA MORTE DO EX-PREFEITO DE DAVINOPOLIS

A Justiça decretou as prisões preventivas dos seis envolvidos no assassinato do ex-prefeito de Davinópolis,(MA), Ivanildo Barbosa Paiva. Dentre os envolvidos está o prefeito afastado José Rubem Firmo, conhecido como "Rubem Lava Jato", que seria o mandante do crime. Também figuram como acusados o fazendeiro Antônio José Messias, conhecido como "Messias da Pneu Zero" que teria repassando o dinheiro para pagar os executores. O cabo da Polícia Militar do Pará Francisco de Assis Bezerra Soares, conhecido como "Tita" e o sargento da Polícia Militar do Estado do Maranhão Willame Nascimento da Silva, teriam sido os autores dos disparos contra Ivanildo. O mecânico José Denilton Guimarães .conhecido como "Boca Rica" e o motorista de aplicativo Douglas da Silva Barbosa, também tiveram participação no assassinato do ex-prefeito.  Todos os acusados já estavam presos cumprindo prisão temporária e agora continuaram presos por força dos mandados de prisão preventiva decretados pela Justiça. O ex-prefeito Ivanildo Paiva foi encontrado morto com cerca de sete tiros no dia 11 de novembro do ano passado. Ele havia desaparecido no dia anterior quando foi para uma fazenda de sua propriedade na zona rural de Davinópolis. O corpo do ex-prefeito foi encontrado a cerca de 2 km da sede da fazenda. Com a decretação da prisão preventiva dos acusados, a Câmara Municipal de Davinópolis, deve nos próximos dias cassar o mandato do prefeito "Rubem Lava Jato" e efetivar no cargo o presidente daquele poder que está respondendo interinamente pela prefeitura.
                                 
                                   


Nenhum comentário:

Postar um comentário