quarta-feira, 28 de novembro de 2018

PMs PRESOS ACUSADOS DE FAZEREM PARTE DE QUADRILHA QUE ASSALTAVA CAMINHÕES PARA ROUBAR COMBUSTÍVEIS

Seis pessoas dentre elas dois policiais militares foram presas durante uma operação realizada pela Polícia Civil na cidade imperatriz,(MÁ), acusadas de fazerem parte de uma quadrilha que agia na região roubando combustíveis. Foram presos os soldados da Polícia Militar Raylson Soares Silva e Georgio Gonçalves Barbosa, ambos lotados no 14º Batalhão da Polícia Militar do Estado do Maranhão, sediado naquela região. Também foram presos o empresário Marcelo Henrique Tavares de Moraes, dono de uma rede de postos em São Luís e Imperatriz e os motoristas Paulo Rogério Donelli, conhecido como "Paulista", Wilson dos Santos Oliveira e Carlos Renato Santos Lira.

ASSALTOS NAS ESTRADAS

A Polícia Civil através da Delegacia de Furtos e Roubos começou a investigar a quadrilha depois da prisão do motorista Wilson dos Santos. Com ele foi apreendido um caminhão com um carregamento de combustível . O veículo com a carga havia sido roubado na cidade de Governador Edson Lobão, (MA) e o motorista foi espancado e deixado amarrado em um matagal. Após a prisão de Wilson, a polícia descobriu que a quadrilha já vinha atacando caminhoneiros na região para roubar combustíveis . A carga roubada era levada para a rede de postos de Marcelo Henrique para ser vendida gerando lucros para os acusados. A operação que resultou na prisão de todos os envolvidos foi denominada " Xeque Mate". Nas investigações a polícia chegou aos nomes dos policiais militares Raylson e Georgio que davam cobertura e suporte nas ações da quadrilha. Além das prisões foram compridos também 9 mandados de busca e apreensão nas casas dos acusados e outros locais tentando identificar outros envolvidos. Todos tiveram as prisões preventivas decretadas pela Justiça.

                                                                   

Nenhum comentário:

Postar um comentário