quarta-feira, 31 de outubro de 2018

DEZ PESSOAS PRESAS EM OPERAÇÃO QUE INVESTIGA CONTRATOS IRREGULARES FEITOS PELA COOPMAR


Uma operação envolvendo Polícia Civil, Ministério Público Estadual, através do Grupo de Combate à Organizações Criminosas, (GAECO) e Controladoria Geral da União, (CGU). Resultou na prisão de 10 pessoas acusadas de fazerem parte de uma quadrilha que utilizava a Cooperativa Maranhense de Trabalho e Prestação de Serviços, (COOPMAR), para contratação irregular de empresas para prestação de serviços à 17 prefeituras e a Federação dos Municípios do Estado do Maranhão, (FAMEM). Foram presos Gleydson de Jesus Gomes Araújo, Marcelo Antônio Muniz Medeiros, Raildson Diniz Silva,  Marben Costa Bezerra,  Hilda Helena Rodrigues da Silva, Carlos Alex Araújo Prazeres, Artur Costa Gomes, Peterson Brito Gomes, Lucas do Nascimento e Aislan Danny Barros da Silva. Todos tiveram as prisões preventivas decretadas pela juíza Jaqueline Reis Casacas da Comarca de Paço do Lumiar. Esta foi a 2º fase da "Operação Coopera", que investiga desde 2016 a Coopmar recebeu das prefeituras investigadas e da Famem cerca de R$ 230 milhões.  Sendo grande parte desse dinheiro creditado em nome da Prefeitura de Paço do Lumiar.  A Polícia ainda está a procura de mais dois envolvidos que também estão com as prisões decretadas e como não foram presos são considerados foragidos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário