sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

VEREADOR É ACUSADO DE OFERECER EMPREGO EM TROCA DE SEXO






Uma suposta conversa entre o vereador de Imperatriz, Manoel Conceição de Almeida (PEN), conhecido como “Bebe Taxista” e uma mulher não identificada se espalhou em grupos de WhatsApp e tem gerado polêmica na cidade.

Ocorre que na conversa, o vereador diz que o emprego prometido daria certo, mas que em troca iria levar a mulher para agradecê-lo em um motel de Imperatriz.

Após o episódio, o parlamentar procurou a Delegacia e fez um Boletim de Ocorrência alegando difamação por conta das mensagens que, segundo ele, são falsas e estariam lhe causando constrangimento.

Bebe Taxista afirma que jamais ofereceu empregos em troca de favores de qualquer natureza e, ainda, que a mensagem difamatória teria partido de uma pessoa identificada apenas como Paulinha, que estava no grupo de WhatsApp chamado “Amigos do Maranhão.

Um comentário:

  1. Arte; educação; livros; ciência. Tudo de 1ª!

    O PRIMORDIAL:

    A educação (e a ARTE), como desejava Cristovam Buarque ainda no ínicio desse século com um projeto fabuloso, abortado pelo populista Lula em seu 1º governo, tinha que ter sido PRIORIDADE. Não foi. Eis aí o PeTê.

    Sim, é hora de se livrar dos trastes. Mas também dos TRASTES DE suposta ESQUERDA.


    E quanto as questões políticas atuais no Brasil, discutidas, só sei que o primordial é o seguinte:

    o LULOPETRALHISMO (muitas vezes “esquecido” de crítica dos blogs…):

    Lula é um perigo para a volta à normalidade, Lula é o atraso e o prejuízo. Retrógrado, nivelando tudo por baixo. Um homem mentiroso VIGARISTA, PeTralha e Picareta.

    Lula é incompetente, e foi incompetente quando apostou naquela mulher ignorante em ECONOMIA cujo nome é Dilma Rousseff.


    O PT tem orgulho de se dizer de esquerda (sentindo com essa identificação pessoal uma vaidade de se "acharem"). Mas PT é pseudo-esquerda, certamente. Hipocrisia publicitária e pura propaganda.

    O PT (sobretudo o Lulismo) já está fazendo Campanha (infiltrado nos blocos de Carnaval, disfarçado).

    ResponderExcluir