sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

ORDEM PARA ATAQUES CONTRA AGENTES DO SISTEMA DE SEGURANÇA VIERAM DE DENTRO DA PENITENCIÁRIA DE PEDRINHAS



As execuções do agente penitenciário Viterbo Nunes Silva e da investigadora da Policia Civil Iran Cerqueira Santos, teriam sido ordenadas de dentro do Complexo Penitenciário de Pedrinhas. Um áudio gravado pelos criminosos foi interceptado pelo Serviço de Inteligência do Sistema Penitenciário e o delegado Roberto Larart responsável pelas "escutas" acabou repassando um alerta geral para todos os servidores do sistema penitenciário e de segurança. O agente penitenciário Viterbo, foi encontrado morto na tarde desta quinta-feira, (2). no interior de sua residência localizada no condomínio Parque das Rosas, município de São José de Ribamar. Ele apresentava sinais de violência pelo corpo e os criminosos levaram a pistola do agente e os três carregadores. O veiculo da vitima também foi levado pelos criminosos e em seguida abandonado na região do Olho D`Água. Na noite de quinta-feira a policial civil Iran Cerqueira Santos, foi atacada por dois homens em uma moto quando chegava em sua residência na rua 9 Farol do Araçagy. Os bandidos disparam vários tiros contra o veiculo da policial. Um dos tiros atingiu o coração da policial que morreu ao dar entrada no Unidade de Pronto Atendimento, (UPA-Araçagy). Um dos bandidos identificado como Leandro Pimenta Silva, foi morto em confronto com policiais e já durante a madrugada um outro homem identificado como Charles que também estaria envolvido no crime, foi morto em um confronto com policiais civis. Os ataques seria uma resposta a declarações feitas pelo secretario de Administração Penitenciária Murilo Andrade, que durante uma entrevista teria afirmado que o Estado tem todo o domínio e controle do sistema prisional.

Áudio interceptado da Penitenciária de Pedrinhas:


Áudio de auxiliar penitenciário confirmando a existência da gravação e fazendo alerta:


Áudio onde agente penitenciário diz que os ataques seriam uma resposta as declarações do secretario de Administração Penitenciária Murilo Andrade:



Nenhum comentário:

Postar um comentário