sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

LADRÃO É LINCHADO E PRESO NO APEADOURO



Um assaltante identificado como Carlos Nery Rodrigues Neto, foi linchado por populares na Avenida Getúlio Vargas nas proximidades do bairro Apeadoro. Ele foi perseguido e preso após ter roubado o aparelho de telefone celular de  Alaides Boás Silva. 

O acusado só não foi morto em virtude da intervenção de uma guarnição do 9º batalhão da Policia Militar do Estado do Maranhão. Carlos Nery foi conduzido para o Plantão Central do Parque do Bom Menino. 

A vitima desistiu de registrar a ocorrência e em função disso o acusado acabou sendo liberado pela guarnição em frente as câmeras do Ciops na Avenida Beira Mar.

4 comentários:

  1. Oi Silvana o nome que vc postou na sua reportagem está completamente errado o Carlos Nery Rodrigues Neto é meu esposo pessoa de bem de família e trabalhador.Infelismente esse é o irmão dele que se entregou pras drogas o nome dele é Diego Coimbra Rodrigues por favor retire o nome do meu esposo dessa matéria.Estamos procurando nossos direitos como cidadãos.E não queremos vê o nome do meu esposo em lugar nenhum como ladrão.

    ResponderExcluir
  2. Oi Silvana o nome que vc postou na sua reportagem está completamente errado o Carlos Nery Rodrigues Neto é meu esposo pessoa de bem de família e trabalhador.Infelismente esse é o irmão dele que se entregou pras drogas o nome dele é Diego Coimbra Rodrigues por favor retire o nome do meu esposo dessa matéria.Estamos procurando nossos direitos como cidadãos.E não queremos vê o nome do meu esposo em lugar nenhum como ladrão.

    ResponderExcluir
  3. Sou mãe de Carlos Nery, citado na reportagem acima, venho alertar que a pessoa que aparece na foto não é meu filho Carlos Nery, e sim meu outro filho Diego Coimbra Rodrigues, que de forma impensada, deu o nome do irmão, rapaz trabalhador que mora em Rosário no Maranhão. Estou aqui na Bahia, e recebi esta reportagem pelo whatsapp e imediatamente entrei em contato com meu filho Nery que estava em Rosário com sua esposa Patrícia, após isso, recebi várias ligações de conhecidos e parentes do Maranhão me alertando sobre o fato, desesperada entrei em contato com essa emissora e falei com a atendente por nome de Andresa relatando o fato, e ela prometeu que iria retirar o nome de meu filho Carlos Nery, injustamente citado como autor de um furto cometido pelo irmão.

    ResponderExcluir