sexta-feira, 24 de maio de 2019

POLICIA PROCURA AUTOR DE VARIOS ARROMBAMENTOS NO BAIRRO VILA PALMEIRA



Policiais do 3 DP no Conjunto Radional estão a procura do homem identificado como João Paulo Sousa Neto, conhecido como "Guachelo". Ele seria responsável por uma série de arrombamentos a escritórios e estabelecimentos comerciais nas áreas do João Paulo, Vila Palmeira e Outeiro da Cruz.  A última ação dele foi registrada pelas câmeras de segurança da Otontocompany, onde ele aparece carregando o aparelho de TV do estabelecimento. O acusado é velho conhecido da polícia pelo fato de ter sido preso várias vezes pelo mesmo tipo de crime. Inclusive só no Sistema Penitenciário, ele já possui nove entradas pela prática do mesmo delito.  Além da clínica ele teria arrombado nos últimos dias uma pizzaria que funciona no bairro Vila Palmeira.  Veja o vídeo da ação praticada por ele na Odontocompany.
 

quinta-feira, 23 de maio de 2019

TÉCNICA DE ENFERMAGEM É PRESA TENTANDO VENDER APARELHO FURTADO NA UPA

A técnica de enfermagem Rossana de Cassia Pires Reis Tavares, 43 anos foi presa nesta quinta-feira,(23),  quando tentava vender em um shopping da capital uma bomba de infusão.  O equipamento havia sido furtado da Unidade de Pronto Atendimento, (UPA) da área Itaqui/Bacanga. Ela foi presa por policiais da Superintendência Estadual de Combate à Corrupção,(SECCOR). Eles estavam investigando o caso já que esse era o segundo aparelho que havia sido furtado daquele estabelecimento. O furto era feito por funcionários e Rossana se encarregava de vender por um preço abaixo do mercado. Ela foi presa e autuada em flagrante por crime de receptação.  A polícia continua investigando o envolvimento de outros funcionários .
                                      

SENARC APREENDE 10 KG DE MACONHA NO BAIRRO DO JOÃO PAULO


A Polícia Civil através da Superintendência Estadual de Combate e Repressão ao Narcotráfico,(SENARC) apreendeu no bairro do João Paulo, cerca de 10 kg de maconha prensada.  A droga foi encontrada na casa de Lane Kelly Menezes Moraes. Com ela também foi preso Sandro Serra Costa Junior.  Pelas informações obtidas pela polícia foi ele que levou a droga para ser Armazenada na casa de Lane. Na casa de Sandro foi apreendida munição calibre 38. No local onde a droga foi encontrada os policiais apreenderam também uma balança de precisão. Os dois foram encaminhados para a sede da SENARC onde foram autuados em flagrante.

TRÊS MORTOS EM ACIDENTE REGISTRADO NA BR-316



Três pessoas morreram um acidente registrado na rodovia BR-316 na região de Timon, (MA). Um veículo Renault Sandeiro de placas de São Luís-MA acabou chocando-se com um caminhão Mercedes Benz. Os três ocupantes do Sandeiro identificados como Jurandir Sousa Bastos Junior, 36 anos, José Ribamar Rocha Neiva Filho, (67) e Bernarda Ferreira da Silva, 61 anos, ficaram presos nas ferragens e morreram no local. De acordo com as informações obtidas no local pela Polícia Rodoviária Federal, (PRF)  o condutor do veículo menor entrou na pista contrária para desviar de um buraco e acabou sendo atingido na parte lateral pelo caminhão.  Equipes do Corpo de Bombeiros trabalharam no local para retirada dos corpos das vitimas. O motorista do caminhão fugiu do local. Esse foi o terceiro acidente de trânsito com vítimas registrado em menos de uma semana naquele trecho da BR-316

quarta-feira, 22 de maio de 2019

POR UM TRIZ: POLICIA INTERROMPE TRIBUNAL DO CRIME E LIVRA TRÊS PESSOAS DA MORTE

Três pessoas acabaram escapando da morte ao serem libertadas por policiais militares quando eram submetidas a uma sessão do Tribunal do Crime no bairro Vila Ivar Saldanha.  As vítimas foram identificadas como Manoel de Oliveira Vieira, José Lucas Miranda Medeiros e Mayara Coutinho Teixeira.  Eles são da cidade de Pedreiras,(MA) e foram capturados por integrantes de uma facção criminosa quando procuravam quitinete para alugar na área do João Paulo e Vila Ivar Saldanha.  Os três por serem estranhos na área teriam sido confundidos como membros da facção rival.

SENTENÇA DE MORTE 
As vítimas foram dominadas por homens fortemente armados e que usaram cordas para imobilizar os três e leva-los até a Rua Renato Viana, na Vila Ivar Saldanha.  Naquele local as vítimas foram arrastadas para a área de mangue onde os criminosos deram início a uma sessão de julgamento para sentencia-los a morte. No entanto policiais da Equipe Tornado do 9º Batalhão da Polícia Militar do Estado do Maranhão, foram informados da situação e chegaram rápido ao local indicado com apoio de outras viaturas. Os policiais foram recebidos a tiros e após um intenso tiroteio conseguiram resgatar as vítimas. Sete bandidos foram presos e encaminhados para o Plantão Central da Rua do Norte. Os outros conseguiram fugir pelo manguezal. Os presos foram identificados como Kairo Fábricio Almeida, Daniel Rodrigues Araújo, Iury Souza Machado, Caio André Sampaio de Pinho, José de Arimateia da Cruz,  Felipe Edson Lima Rodrigues e Mateus Cristian Moreira. Todos foram autuados em flagrante por  associação criminosa, sequestro e cárcere privado. 
                                   










UNIVERSITÁRIAS PRESAS APÓS COMETEREM VARIOS ASSALTOS

As estudantes universitárias Tália Vanessa Araújo da Silva, 22 anos e Valeria Fernanda Silva de Sousa, 19 anos foram presas quando praticavam assaltos na área do Conjunto Cidade Operária. Elas estavam em companhia dos homens identificados como Edvan do Vale Costa Junior, 19 anos e Ewerton Pinheiro Gomes de 23 anos. Eles tomaram de assalto  no bairro da Cohab um veículo HB-20 de placas PSS-3586. O bando utilizou esse veículo para assaltar várias pessoas no trecho entre a Cohab e Cidade Operária.  Após a prática de vários crimes os assaltantes foram perseguidos por guarnições do 6º Batalhão da Polícia Militar do Estado do Maranhão.  Na perseguição o carro utilizado pelos criminosos perdeu o controle e bateu em uma calçada na Unidade 105 na Cidade Operária. Os quatro acabaram sendo presos e dentro do veículo foi encontrada a arma usada nos assaltos e vários objetos que haviam sido.roubados pela quadrilha. Tália e Valeria estão cursando faculdade no Ceuma III e a polícia suspeita que elas estejam envolvidas em outros crimes. O acusados foram conduzidos para o Plantão Central da Cidade Operária onde foram autuados em flagrante por associação criminosa e roubo qualificado com emprego de arma. Tália e Valeria também foram autuadas por crime de falsa identidade pelo fato de terem dado nomes falsos aos policiais.
                                 








GUARDA PENITENCIÁRIO MATOU PROFESSORA E OSTENTOU GASTANDO O DINHEIRO DA VITIMA



O guarda penitenciário temporário Marcio Jorge Lago Marques, foi apresentado nesta quarta-feira,(22) em uma coletiva de imprensa na unidade da Polícia Civil na região central da cidade como o autor do assassinato da professora Roseane Costa. Ela foi encontrada morta no último dia 13 nas proximidades do Centro de Ciências Sociais do Campus da Universidade Federal do Maranhão. De acordo com a polícia Márcio conheceu a vítima através do aplicativo Badoo de relacionamento. 

DIVIDA
No relacionamento que manteve com a vítima ele pediu cerca de R$ 2 mil reais emprestado. Apesar das cobranças feitas por Roseane, ele não quitava a dívida e sempre procurava ganhar tempo. No dia em que foi assassinada a vítima ligou para Márcio e voltou a cobrar o dinheiro que ele lhe devia. Márcio que é casado mas continuava se relacionando com a vítima resolveu convidar Roseane para ir até a sua casa.  Ele aproveitou para atrair a vítima já que estava sozinho em casa e a sua esposa estava de plantão Unidade de Pronto Atendimento,(UPA) na área Itaqui/Bacanga.  Eles passaram a tarde juntos e quando já estava próximo de ir embora a professora voltou a falar na dívida.

MORTE E OCULTAÇÃO DE CADÁVER
Naquele momento o acusado se irritou e teria aplicado um "mata Leão" no pescoço da vítima provocando a sua morte. Em seguida ele colocou o corpo de Roseane no banco traseiro e saiu para ir buscar a esposa no trabalho e procurando um local para se livrar do corpo.  Foi então que ele levou o cadáver da vítima até o Campus do Bacanga onde fez a "Desova".

OSTENTAÇÃO
Após ter se livrado do corpo da vitima ele foi até a UPA onde apanhou a sua esposa e em seguida com o cartão da professora assassinada foi até o Supermercados Mateus do Anjo da Guarda onde comprou whisky,  cerveja e até uma churrrasquira elétrica. Ele também sacou dinheiro da conta da vítima. Após o crime ele fez vários saques de R$ 1.500,00 reais da conta da professora. De acordo com as investigações Roseane tinha antes de ser morta um saldo de cerca de R$ 11.000,00 mil reais na sua conta bancária.  Grande parte desse dinheiro teria sido gasto pelo acusado.  Na coletiva à delegada Viviane Fontinelle disse que a prisão temporária dele e de 30 dias para que a Polícia Civil conclua o inquérito.