sábado, 20 de julho de 2019

CRIMINOSOS DE BRASÍLIA SÃO PRESOS EM IMPERATRIZ

Dois integrantes de uma facção  criminosa que atua em Brasília, (DF), foram localizados e presos na cidade de Imperatriz,  (MA) . Os acusados identificados como Gutemberg da Silva Borges, 36 anos, conhecido como "Guga" e Jonhatan Paiva de Andrade, (36), foram presos neste sábado,  (20) quando dormiam em um hotel naquela cidade. Os dois foram presos em uma ação conjunta entre as Delegacias Regionais de Imperatriz e Acailândia. A ação se deu  em apoio aos policiais do Distrito Federal.  Gutemberg e Jonhatan vinham sendo procurados pela polícia de Brasília pelo fato de serem apontados como integrantes de uma facção que seria responsável por assassinatos e tráfico de drogas  na capital do país. Após a prisão os dois embarcaram em uma  avião da Polícia Civil de Brasília de volta ao Distrito Federal. 
                                        

                              

sexta-feira, 19 de julho de 2019

EX-GUARDA PENITENCIÁRIO É PRESO COM CÉDULAS FALSAS NA CIDADE DE CANTANHEDE




O ex-guarda temporário Genilson Costa Gomes e a esposa dele Jackeline Sousa da Silva, foram presos pela Polícia Civil na cidade de Cantanhede, (MA). O casal é acusado de fazer compras no comércio local e distribuir cédulas falsas. Os dois já vinham sendo monitorados pela polícia em função de estarem agindo em Cantanhede e cidades vizinhas. Eles faziam a compra de pequeno valor e pagavam com cédulas de um valor maior. Com isso eles faziam circular as notas falsas e pegava o troco com cédulas verdadeiras.  Os acusados foram presos e autuados em flagrante por crime de falsificação e circulação de moeda.

VIDA NO CRIME
Genilson foi exonerado do cargo que exercia como guarda penitenciário temporário no ano passado.  Ele foi flagrado em janeiro de 2018 quando entrou no Presídio São Luís,  onde trabalhava com uma sacola com vários aparelhos de telefone celular.  Genilson já vinha sendo monitorado pelo sistema de segurança do presídio.  Já que havia suspeita de que ele estava levando celulares para os presos. O ex-guarda temporário acabou sendo flagrado no momento em que ia entregar a sacola com os telefones para um preso. Ele recebeu voz de prisão em flagrante e acabou sendo demitido da função que exercia. Agora ele foi flagrado novamente cometendo outro tipo de delito.

SETE PESSOAS PRESAS EM OPERAÇÃO DA POLÍCIA NO PAC DA CAMBOA



Sete pessoas foram presas e 22 mandados de busca e apreensão foram cumpridos em uma operação realizada pela Polícia Civil na área dos apartamentos do Residencial Camboa. Núcleo Habitacional que faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento,(PAC). Os presos foram identificados como Guilherme Bruno Gomes Moraes, Paulo Ricardo Sá conhecido como "RD", Cristiane Pires, Luan Roger Ferreira da Silva e Kassio Breno Moreira. Três  estão com as prisões  preventivas decretadas pela Justiça por envolvimento com o tráfico de drogas e os outros quatro foram pesos em flagrante durante a operação. O trabalho contou com apoio de uma aeronave do Centro Tático Aéreo, (CTA)  e com participações  de policiais da Seic,  Senarc e da Superintendência da Polícia Civil do Interior. Os presos na operação foram autuados em flagrante por tráfico e associação. Com eles foi apreenda droga, dinheiro e os livros da contabilidade.
NA PARAÍBA 
Na mesma operação foi preso na cidade de Campina Grande, (PB), o fugitivo da Penitenciária de Pedrinhas, Vitor Lucci Costa da Silva, conhecido como "Vitão ". Ele é apontado como um  dos líderes de uma facção criminosa e estava foragido desde o ano passado. Na Paraíba, "Vitão " morava em um condomínio de luxo. Lá ele usava documentos falsos em nome de José Amaro da Silva Filho. Na casa dele os policiais apreenderam dois automóveis e uma carga de produtos importados avaliada em cerca de R$ 30 mil reais, Ele deve ser recambiado para São Luís dentro dos próximos dias.
                                     

quinta-feira, 18 de julho de 2019

QUADRILHA QUE ATUA NO AGRONEGOCIO TERIA CAUSADO PREJUÍZOS DE MAIS DE 70 MILHÕES EM SONEGAÇÃO FISCAL NO MARANHÃO




Investigadores da Superintendência Estadual de Combate à Corrupção da Polícia Civil do Maranhão apoio do Grupo de Especial de Combate à Organizações Criminosas do Ministerio Público estão realizando nesta quinta-feira,(18), uma operação para cumprir 65 mandados judiciais,  sendo 25 de prisão temporária  2 de prisão preventiva e 38 de busca e apreensão. A operação visa combater uma organização criminosa que atua em fraude tributária, sonegação fiscal decorrente da venda de grãos principalmente na região Sul do Maranhão e outros Estados. O trabalho conta também com o apoio das polícias civis do Piauí,  Ceará e Tocantins. 

CRIME ORGANIZADO
O processo que investiga a quadrilha corria em segredo de Justiça na 1ª Vara Criminal da Capital e segundo levantamentos no período de 2015 a 2017 a organização criminosa causou ao Estado do Maranhão  um prejuízo estimado em mais de 70 milhões de reais só em sonegação de impostos. O grupo usava dados de pessoas já falecidas para a implantação de empresas fantasmas.  De forma organizada o grupo agia em três frentes.  Uma delas era responsável pela criação de empresas de fachada com  uso de documentos falsos. A outra seria responsável por intermediar a compra e venda de grãos e o outro núcleo do bando seria encarregado da contabilidade, esquentando notas frias para tentar dar uma sensação de legalidade para as ações criminosas do grupo.  Está não é a primeira vez que a Polícia Civil do Maranhão abre investigações para  apurar ações criminosas usando como fachada o agronegocio. As ações da policia estão ocorrendo nas cidades de Balsas, (MA), Araguaina, (TO), Riachão, (MA), Xinguara, (PA) , Floriano, (PI) e Fortaleza, (CE).

quarta-feira, 17 de julho de 2019

PRESO EM SANTA INÊS HOMEM ACUSADO DE MATAR JOVEM NO SÍTIO NATUREZA

Policiais da Delegacia Especial do Maiobão prenderam nesta quarta-feira, (17), na cidade de Santa Inês, (MA) o homem identificado como André Lucas. Ele estava foragido desde o dia 24 do mês passado quando foi acusado de ser o autor do assassinato de Bruno Rafael Silva. Ele foi encontrado morto em baixo de uma caixa d'água na casa onde morava no Sítio Natureza. Ao ser preso em uma pousada em Santa Inês o acusado confessou o crime.

CONTRADIÇÕES
No dia do crime a vítima havia feito uma festa em sua casa para comemorar o aniversário da namorada Letícia Moura. Após a festa os convidados deixaram o local e somente Bruno, a namorada e Lucas permaneceram no imóvel.  O acusado  conta que todos consumiram drogas e em seguida a vítima e a namoração foram para o quarto e Lucas foi dormir no outro cômodo da  casa. Já pela manhã ele teria visto Bruno sair do quarto e ido em direção a porta.

CIÚMES E MORTE
Assim que a vítima saiu ele foi até o quarto onde encontrou Letícia e começou a beija-la. Ele confessa que tentou manter relações com Letícia e ela não aceitou. Diante disso Lucas disse que não insistiu e então ficou deitado ao lado dela vendo televisão. Naquele momento Bruno retornou ao quarto e teria ficado irritado ao ver o amigo deitado ao lado da namorada.  Os dois discutiram e Bruno teria se armado com  uma garrafa e tentado atingir o acusado. Lucas diz que se esquivou e teria aplicado uma "gravata"  na vítima. Ele garante que na briga teria apertado o pescoço de Bruno até deixa-lo caído ao solo. Lucas disse que tudo isso foi presenciado por Letícia. Ele garante que ela só não viu o momento em que ele fez a ocultação do cadáver De acordo com a delegada Maria Eunice existem contradições nos depoimentos do acusado e da namorada da vítima. Os investigações prosseguem para esclarecer todos os detalhes a cerca do crime.
                                       

TRAFICANTES PRESOS COM MAIS DE 100 KG DE MACONHA EM TIMBIRAS

A Polícia Civil apreendeu cerca de 125 kg de maconha na cidade de Timbiras, (MA) e prendeu os homens identificados como Raimundo Nonato Lopes de Sousa, 40 anos, conhecido como " Nato" e Rogério Rodrigues Araújo, 33 anos. A prisão  foi efetuada no Bairro Vila Cilene e todo o trabalho foi coordenado pelo delegado regional de Codo, Gilvan Lucas. A operação foi  batizada com o nome "Cilene" em referencia ao bairro onde ocorreu a apreensão. Os dois acusados foram autuados em flagrante por tráfico de drogas. 
                                       

POLÍCIA APREENDE EM ARARI MAIS DE 20 KG DE MACONHA ARMAS E MUNIÇÕES




Uma operação conjunta envolvendo as polícias Civil, Militar e Guarda Municipal da cidade de Atari,  (MA) resultou na apreensão de mais de 21 kg de maconha prensada, armas e munições. Na ação policial foram presos Marcelo Henrique Sousa Carneiro e Manoel Felipe dos Santos Junior. As prisão foram respaldadas em mandados de prisão expedidos pela Justiça.  Com os acusados foram! apreendidos 21, 1 kg de maconha, um revólver calibre 38, uma pistola PT-380, com numeração raspada, 15 munições de pistola , uma balança de precisão e um colete balístico.  Na mesma operação também  foi preso Cleyton Roberto Collins Marinho.  Ele estava com mandado de prisão em aberto pela prática de crime de homicídio.  Após as prisões  Marcelo e Manoel foram autuados em flagrante por tráfico, associação criminosa e porte ilegal de armas.